Manto do Tempo

9 10 2009

Estico a alma num braço

E com minha mão toco a estrela.

Ela se abre em entranhas de luz e significados.

 

Seu núcleo de explosões ressoa pela teia musical.

Os tendões cósmicos formam uma partitura viva.

Enxergo as fibras do Tempo: acordes.

 

A luz vibra seus sons,

A harmonia é a distância entre os tons.

Acorde: simetria de passado e futuro.

Dissonâncias presentes nas cores de um grito sem bordas.

 

Matéria impregnada de si.

Pintura guinada de sentidos estelares.

Ilumino meu canto e coagulo a posição de minhas notas.

Mantro-me em tempo-luz.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: