Carona

15 01 2009

 

 

Era a vez: quis escrever.

Peguei o primeiro bonde.

A carona do pensamento.

Aqui vou eu e lá se foi.

 

Curvas, atalhos, descidas e retornos.

Contornos conhecidos e imprecisos.

 

Então a chapada!

Ou o Saara, o Amazonas,

A luz ou o teto estrelado sem fundo.

 

Soprou, desci,

Aqui.

                                             Hans Machado

Anúncios

Ações

Informação

One response

8 03 2009
Simone

Caroneando no pensamento e deslizando entre versos curtos ou compridos…
Numa viagem constante entre sílabaspalavraspensamentos…de Hansquícios passados e atuais!
Gostei!
Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: