Oca

1 01 2009

 

O oco do côco é a oca d’agua.

O mundo também tem oco

Pra a gente entrar e loucar…

 

Do nosso côco brota a oca

E cá de dentro a gente cheia os vãos,

Pinta as bordas e conchega a vida.

 

O oco é espaço.

A oca é cocada,

Janela, tapete e livro.

 

Calor e perto, cresce.

Habitação, hidratação, termotação.

Tudo cria raiz, boca, ouvido, nariz.

 

Os olhos vão regando os enfeites,

Tantos outros que habitam estes traços.

É cheio de presença o oco da oca.

Desde a terra os coqueiros vertem água no côco.

A presença recheia a oca.

 

A água pelos canudos,

As almas pelas portas.

 

                                            Hans Machado

Anúncios

Ações

Informação

2 responses

1 01 2009
Simone Freitas

As almas pelas portas da oca…gostei disto…almas na boca da oca…
Bjs
Simone

15 01 2009
Dolphina

A LOUCA MINHOCA

O corpo é a oca da alma
A emoção é a água do coco, da oca
Escorre, rega
Ops… escorrega
E toca!

A Toca
T’oca
Minh’oca
Nós, minhocas da Terra
Loucos do coco

Agora, o oco da toca
Se enche de água de coco
De gente
Enchente de alma, de corpo…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: